ReMoved

Boa tarde, demorei muito para conseguir posta aqui de novo, mas eu precisava falar sobre um vídeo que assisti e que me marcou muito. Trata-se da história de uma menina que foi retirada dos pais e levada até lares adotivos.

No vídeo fica claro que os pais realmente não possuíam condições de cuidar dela, mostra uma menina de no máximo 10 anos cuidando de coisas da casa e de um irmão mais novo, tarefas e responsabilidades incompatíveis com sua tenra idade. Enfim, um dia ela é retirada dos pais e levada para adoção.

É retratado o sofrimento da criança por ter sido retirada de casa. Por mais impróprio que fosse, aquele era o lar que ela conhecia e acredito que seja muito difícil para as crianças se adaptarem a outra realidade, mesmo que seja para ser uma realidade melhor.

Pra mim a cena que a mãe vai correndo atrás do marido e não da filha chama muito atenção. Embora eu ache inaceitável que qualquer coisa possa ser mais importante pra uma mãe que um filho, é uma realidade muito mais comum do que eu gostaria de aceitar.

Como trabalhei com crianças que eram retiradas de casa, conheci elas, fiz o possível no meu trabalho para buscar um lar melhor para elas, o vídeo me fez refletir, e divido aqui com vocês algumas frases que considerei marcantes.

“Como você poderia entender de onde eu venho? Mesmo que você pergunte, mesmo se você ouvir, você não está realmente aqui para saber ou sentir.”

“Meu passado me define. Isso é o que eu sou. Eu sou aquela que ninguém vê, ninguém ouve, que ninguém quer. Isso é o que eu sou, se é que sou alguma coisa.”

“E todas as outras coisas se parecem com nada, se comparadas com o que de mais importante poderia voltar. Como desejar ver sua mãe sorrir de novo, ouvi-la cantando sua música favorita, aquela que a conforta quando as coisas estão bagunçadas…”

“Mas o que acontece quando as pessoas que você mais precisa, ameaçam sua existência?”

“Eu gostaria que alguém me dissesse que tudo vai ficar bem, que algum dia, talvez, eu vou me sentir normal, que nem sempre serei sozinha…Que eu terei uma mãe que me abrace, seja forte para mim. Porque talvez, eu não possa fazer tudo por mim mesma.”

“Esse é meu passado, meu histórico, minha história. Não é minha culpa. Não é por minha causa. E não deve definir meu futuro. Eu sou capaz de ser amada. Eu sou merecedora de cuidados.”

ReMoved é um vídeo incômodo, mesmo que deixe a visão de final feliz, mostra a história sem muita beleza da realidade de muitas crianças que passam por coisas que na sua inocência nunca deveriam passar.

Segue abaixo o vídeo, uma bela reflexão para todos que assistirem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s