Resenha: O lado bom da vida

O lado bom da vida, escrito por Matthew Quick, conta a história de Pat, um homem que sai de uma clínica de recuperação, o “lugar ruim” e volta para casa disposto a ser um homem melhor e reconquistar sua mulher após o “tempo separados”.

A história é contada de um jeito muito bacana, pela visão do Pat, com todos os esforços da mãe, do irmão e dos amigos dele para sua reabilitação. Admito para vocês que eu acho o pai dele muito babaca.

Voltando a falar do protagonista, acho uma lição de vida a forma como ele viu os erros que tinha cometido e decidiu se tornar uma pessoa melhor, se cuidar fisicamente, tomar os remédios, praticar ser gentil.

20141114_200925

Nesse contexto surge a Tiff, e eles criam um laço de amizade que só poderia existir entre duas pessoas tão machucadas e instáveis quanto eles. Eles ajudam um ao outro.

Quando vamos entendendo mais a história e a Tiff aceita ser intermediária entre o contato da Nikki com o Pat, quando ela conta o que houve com o marido dela, quando finalmente o Pat entende porque ele foi parar no “lugar ruim”, porque a Nikki não vai voltar, quando ele vê a nova família dela e segue em frente, vamos nós, leitores, entendendo também tudo que aconteceu com essas três pessoas.

Eu não vejo vilões ou mocinhos. Vejo pessoas com seus desafios, que nem sempre tomam decisões acertadas. São seres humanos possíveis e gosto disso em livros.

Li a história com facilidade e gostei muito de como a história foi desenvolvida. Não vi o filme, mas posso imaginar tanto os personagens e as situações, que nem senti vontade de assistir (embora o elenco seja fantástico).

Recomendo a leitura para quem estiver disposto a mais do que conhecer a história do Pat. Convido vocês para fazerem essa leitura buscando procurar o melhor em si mesmos para oferecer aos outros, pois assim nos tornamos melhores. Convido vocês para verem o Lado bom da vida, assim como o Pat.20141114_200938

Anúncios

Eu fico com a pureza da resposta das crianças

Existe algo mais lindo que criança?1526147_736069846478402_5567611337788781633_n

Pode ser porque eu sou apaixonada por elas, mas não é lindo ver o sorriso no rosto de uma?

Sério, vocês já prestarem atenção naquelas carinhas de quem está descobrindo o mundo? Em como elas se satisfazem com pequenas coisas. Em como tudo que elas precisam as vezes é de umas “cosquinhas” e com isso elas são tão felizes!

Eu sempre fui viciada em crianças e acho q elas sentem isso, porque todas geralmente gostam de mim. Aliás, todos os colegas da creche da minha afilhada já me chamam de “dinda” hahaha, e eu amo isso.

10295696_736041956481191_246964086400354557_n

Infelizmente, têm muitas crianças que não recebem o que precisam e isso me parte o coração. Eu trabalhei com isso quase dois anos, e me fazia muito bem tentar ajudar elas. Tirar de situações de abuso, maus tratos, negligência. É apavorante descobrir como existem pessoas capazes de maltratar ou incapazes de cuidar desses seres que têm tanta luz e que precisam tanto de cuidados.

Eu assustaria vocês dizendo quantos Bernardos e Isabelas existem por ai, mas como vivem em famílias pobres, não ganham a mídia. Mas esse texto não é para falar de tristezas.

É para falar da alegria que as crianças transmitem. Em cada sorriso, em cada descoberta, a vida que elas trazem com elas, a promessa de que tudo é fácil.

Preste mais atenção nelas. Elas transmitem vida, amor, alegria, elas fazem tanto bem, que meu Deus, elas merecem tudo de bom que nós e a vida pudermos dar para elas.

E eu? Sigo como dizia minha avó: “Eu fico com a pureza da resposta das crianças, é a vida! É bonita, e é bonita!

10426809_736069813145072_1332082776857763179_n

Essa é a mensagem das crianças. Acreditem nela!

Eu quero ter meu lado criança para sempre e quero curtir muito todas as crianças que eu tenho na minha vida e ajudar a todas que eu puder. Elas precisam, merecem! Faça uma criança feliz, isso vai te fazer duas vezes mais feliz que a ela.

O Grupo G5 da UFRGS organizou uma campanha de doação de livros infantis e brinquedos para crianças carentes de Porto Alegre/RS. Toda criança merece presente de natal. E não é nem pelo bem material, mas para mostrar que alguém se importa com ela. Toda criança merece e precise que alguém se importe com ela. Vamos ajudar?

1614531_752273434820415_150422168081345558_o

Resenha: Como eu era antes você

Gente, tenho uma coisa para dizer: Estou apaixonada por essa história!

20141121_000916

Fazia muito tempo que um livro não me tocava dessa forma. As personalidades da Lou e do Will,  a relação deles sendo construída, é tudo contado de um jeito que me prendeu.

Foi um livro que mexeu comigo de verdade, eu chorei em alguns pontos. Eu pude entender o sentimentos dos dois, foi lindo!

Não vou dar spoiler aqui, mas preciso dizer para vocês que o final era o que eu esperava e torço para que no filme eles cumpram o mesmo final que a Jojo Moyes deu ao livro. Não vejo outra forma de a história ser contada, inclusive o desfecho.

Por falar em Jojo Moyes, já estou doida para ler outros livros dela, porque gostei muito do estilo de escrever, a construção das histórias e dos personagens. E a capa do livro? Lindaa! (“A última carta de amor” tem uma capa tão linda que quero ler o livro só de olhar para ela)

20141120_133038

Eu super recomendo esse livro, e como é de meu hábito, vou transcrever algumas passagens que eu gostei:

“Precisava dizer a ele, silenciosamente, que as coisas poderiam mudar, crescer ou fenecer, mas que a vida continuaria. Que todos nós éramos parte de um grande ciclo, algum tipo de arranjo cuja finalidade só Deus poderia entender. Eu não podia dizer isso a ele, claro – Will e eu nunca fomos muito bons em conversar -, mas eu queria mostrar. Uma promessa tácita, se preferir, de que existe algo maior, um futuro melhor.” Camila Trainor

“Você só vive uma vez. É sua obrigação aproveitar a vida de melhor forma possível” Will

“Então vou dizer uma coisa boa. Alguns erros…apenas têm consequências maiores que outros. Mas você não precisa deixar que aquela noite seja aquilo que define quem você é. […] Você, Clark, tem a escolha de não deixar isso acontecer.” Will

20141121_130429

Infelizmente as partes que mais me tocaram eu não posso postar aqui para não tirar a graça da leitura de vocês, mas é um livro que vale muito a pena ser lido.

Se couber uma mínima crítica, acho q no final do livro poderia ter tido mais uma passagem de tempo, focado na Lou. Mas mesmo com essa observação, eu só posso dizer que amei o livro, a escrita, a capa, a história, a Lou, o Will, a família da Lou. Amei tudo! Estou tão apaixonada, que carrego ele para onde eu vou, fico olhando pra ele, hahahaha. Sério, leiam, porque vale muito a pena.

Reinvente-se

Acho que posso afirmar que todo mundo passa por algum momento em que fica perdido. As pessoas normalmente têm planos, metas, e quando as alcançam pode surgir o pensamento: e agora, o que eu vou fazer da vida?borboleta(1)

No meu caso isso aconteceu depois da formatura. Por cinco anos e meio minha vida profissional era totalmente estabilizada. Indo de um estágio para outro sempre que precisei. Então, eu me formei. E agora?

Juro, depois de um tempo passei a me sentir inútil. Comecei a sentir como se eu não fosse boa filha, não fosse boa namorada, não soubesse fazer nada direito. Tudo pela ausência de um rumo profissional.

Na verdade se teve uma parte da minha vida que sempre foi sólida foi a profissional e confesso que eu não esperava uma instabilidade por tanto tempo depois da formatura.

Não que eu pensasse que eu era boa demais para ficar desempregada, mas como sempre tive sorte, achei que isso permaneceria. Quando não aconteceu, fiquei perdida, muito. Pode parecer exagero, mas era como se eu não soubesse mais nada e não servisse pra mais nada.

Tive surtos, chorei, me embebedei, tentei me isolar e ao mesmo tempo pedia todo carinho do mundo.

Atualmente, minha situação continua a mesma do início do texto, mas sabe o que mudou?

Eu me aproximei de outras coisas que me fazem bem. Quero um emprego, e muito! Mas eu estou lendo como há muito tempo eu não conseguia, criei coragem de escrever esse blog que tem me feito muito bem. Faço um curso de português online, busco outras coisas. Reinventei uma parte de mim e busco descobrir estabilidade em outras coisas.

Então, se algo não sair exatamente como você espera, pode se desesperar! Isso mesmo, é normal! E, sério, faz muito bem botar para fora. Mas depois, busque outras coisas, busque a si mesma, eu tenho certeza que tem muita coisa ai dentro pra ser vista, para ser descoberto, para libertado.

Reinvente-se!

Minhas próximas leituras

Oi pessoal, hoje eu vim aqui compartilhar com vocês minhas próximas leituras.

Conforme eu for lendo vou postando resenhas para vocês aqui, mas hoje quis fazer uma prévia, até porque vou demorar um pouco para ler eles, porque estou intercalando com a coleção de Harry Potter, que eu ganhei do meu pai e estou relendo todos!

Vamos aos livros então.

como-eu-era-antes-de-voceComo eu era antes de você – Jojo Moyes: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro

Esse é o próximo livro que pretendo ler e estou bem curiosa pela história dele. Aguardem que logo deve ter resenhas =)

Um-Caso-Perdido-Colleen-HooverCaso perdido – Collen Hoover: Às vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras…
Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente.

Caso perdido foi uma indicação da Laisa, do Fórmula da Felicidade e estou super curiosa para saber essa história.

livro-um-porto-seguro-nicholas-sparks-lacrado-frete-gratis-10660-MLB20032826936_012014-FPorto Seguro – Nicholas Sparks:  Quando uma mulher misteriosa chamada Katie aparece repentinamente na pequena cidade de Southport, na Carolina do Norte, questionamentos são levantados sobre seu passado. Linda, mas discreta, Katie parece evitar laços pessoais formais até uma série de eventos levá-la a dois relacionamentos relutantes: um com Alex, o viúvo com um coração maravilhoso e dois filhos pequenos, o outro com sua vizinha muito franca, Jo. Apesar de ser reservada, Katie começa a baixar a guarda lentamente, criando raízes nessa comunidade solícita e tornando-se próxima demais de Alex e de sua família. No entanto, quando Katie começa a se apaixonar, ela se depara com o segredo obscuro que ainda a assombra e a amedronta: o passado que a deixou apavorada e a fez cruzar o país para chegar no paraíso de Southport. Com o apoio simpático e insistente de Jo, Katie percebe que deve escolher entre uma vida de segurança temporária e outra com recompensas mais arriscadas… e que, no momento mais sombrio, o amor é seu único refúgio.

Ai gente, eu ADORO os livros do Nicholas Sparks, chorei em quase todos e eles sempre me tocam de alguma forma. Já ouvi falar muito bem do Porto Seguro. Pretendo ler todos os livros até o fim de ano para contar tudo aqui.

as-sete-irmas.jpg.1000x1353_q85_cropAs Sete Irmãs – Lucinda Riley: Maia D Apliése e suas cinco irmãs estão reunidas no lar de sua infância, Atlantis um fabuloso castelo isolado às margens do Lago Genebra , e acabam de saber que o seu amado pai, o misterioso bilionário Pa Salt, está morto. As irmãs foram adotadas por ele quando eram bebês, e, agora, descobrindo que seu pai foi sepultado no mar, cada uma delas recebe uma intrigante pista sobre sua verdadeira origem uma pista que leva Maia a atravessar o mundo a fim de conhecer uma mansão em ruínas no Rio de Janeiro. É lá que ela começa a juntar as peças de sua história. 
Oitenta anos antes, em plena Belle Epoque do Rio, em 1927, o pai de Izabela Bonifácio deseja que a filha faça um bom casamento e consiga fazer parte da elite da cidade. Enquanto isso, o arquiteto Heitor da Silva Costa trabalha em uma estátua batizada como Cristo Redentor, e está de viagem marcada para Paris a fim de encontrar o escultor perfeito para concluir o seu projeto. Sonhadora e desejosa de conhecer o mundo, Izabela convence seu pai a deixá-la acompanhar o Sr. Heitor e sua família à Europa antes de se casar. Em Paris, no ateliê de Paul Landowski, ela conhece o jovem e ambicioso artista Laurent Brouilly, e sabe desde então que sua vida nunca mais será a mesma. 

Eu ganhei Rosa da Meia Noite da Lucinda Riley como presente de formatura e foi um dos livros que eu deixei para ler por último, pois não conhecia a autora ou a história, enfim..Quando comecei a ler foi totalmente sem expectativas. Porém eu descobri que a autora tem as histórias e a forma de escrever que eu gosto, então quando eu terminei Rosa da Meia Noite, eu estava muito ansiosa por outro livro da Lucinda Riley. Procurei algumas sinopses e o que mais me agradou foi As Sete Irmãs.

20141118_120846

E vocês. o que estão pretendendo ler?

Beijoos

Tag: Know your blogger

Gente, minha primeira Tag!!!

Bom vi essa Tag no Blog da Isabela Freitas e adorei e me senti voltando ao tempo dos “questionários” das coleguinhas de escola (claro que eu também tive um..haha).

A Tag é o seguinte, eu conto para vocês 11 fatos sobre mim. Depois respondo as 11 perguntas que a Isabela Freitas fez no post dela e por fim, deixo 11 perguntas para vocês responderem. Não vou marcar ninguém, mas vou achar muito legal se vocês fizerem.

Vamos lá então.

11 FATOS SOBRE MIM

  1. Sou extremamente ansiosa;
  2. Eu amo o curso que me formei: Direito. Sempre quis e quero trabalhar com isso por toda vida
  3. Eu AMO crianças (acho que falar as coisas que eu amo mostra quem eu sou né?)
  4. Eu acredito no melhor das pessoas
  5. Sou viciada em ler e atualmente estou viciada nesse blog também
  6. Sou uma taurina, que acredita em signos e sou extremamente parecida com o que falam sobre isso (a única divergência é que não sou metida, não me importo com marcas e etc)
  7. Sou extremamente gulosa. Sempre digo que psicologicamente sou gorda
  8. Eu falo demais
  9. Adoro demonstrar afetividade, mas só faço isso com pessoas que agem da mesma forma
  10.  Eu revelo fotos. Tudo bem que isso não é uma grande informação, mas na era digital, acho q isso é uma raridade
  11. Gosto de seriados que tem criminosos envolvidos. Sou apaixonada por Dexter e acompanho White Colar

 20141118_005310

RESPONDENDO AS 11 PERGUNTAS DA ISABELA FREITAS

 1. Música para sair da fossa?

Lugar ao sol – Charlie Brown Jr. Porque é a música que usei na minha formatura e me remete a um momento muito bom;

2. Escolha um seriado para assistir o resto da sua vida.

Dexter. Embora tenha acabado, morro de saudades.

3. No colégio você era quem? A patricinha, a normal, a rockeira, a revoltada, a que sofria bullying?

Eu era a normal. Um pouco brega (as fotos entregam), porém normal.

4. Se você pudesse abraçar um famoso agora. Quem seria? E por que?

Difícil essa pergunta. Acho que eu gostaria de abraçar o Chorão, porque gosto muito de Charlie Brown Jr. e lamento demais a morte dele…

5. O que você mudaria na sua personalidade?

Mudaria meu excesso de emocional. Creio que eu deveria por a razão na frente do coração mais vezes;

6. Conte um mico engraçado que já aconteceu com você!

Acho que a coisa mais engraçada que já me aconteceu foi aos 16 anos, um carnaval e meu primeiro porre. Pelo menos todos meus amigos que presenciaram riem da minha cara até hoje. Aquele clássico com tombos, e eu repetia para todo mundo que eu não sabia o que era verdade e o que era mentira, só queria ir para casa dormir, porém quando meu pai chegou para me buscar, eu não queria mais ir embora…

7. Se fosse fazer uma tatuagem, qual seria?

Quero fazer algumas. Três andorinhas, representando meu pai (meu maior amor do mundo), minha avó e minha mãe (que já são falecidas); uma da Deusa da Justiça, representando minha profissão e uma Fênix, porque gosto da ideia de ser capaz de ressurgir das cinzas.

8. Tem alguém que não faz mais parte da sua vida, mas que você gostaria que ainda fizesse? O que você diria a essa pessoa se tivesse a oportunidade?

Tem algumas pessoas. Mas acho que principalmente minha avó, quem me criou e que faleceu há dói anos. Gostaria de dizer que eu amo muito ela, e sou muito grata por tudo que ela fez por mim e que se pudesse voltar no tempo eu daria mais atenção pra ela.

9. Você entra em um restaurante pensando no que: na comida, nos drinks, ou na sobremesa?

Na comida. Sou uma gulosa irremediável.

10. Onde você gostaria de morar, pode ser qualquer lugar do mundo, e por que?

Embora eu não ache que ia gostar de morar fora do Brasil, eu escolheria a Disney. Gosto da ideia de fábrica de sonhos e conto de fadas.

11. Taylor Swift ou Iggy Azalea?

Taylor Swift.

580228_466732806745442_2021070913_n

MINHAS 11 PERGUNTAS:

  1. Se você fosse mutante, qual poder gostaria de ter?
  2. Qual sua melhor lembrança?
  3. Se o mundo terminasse amanhã, o que você faria hoje?
  4. Qual o livro que mais te marcou?
  5. Qual lugar no mundo você mais quer conhecer?
  6. Qual sua citação favorita?
  7. Uma característica que te define.
  8. Balada, shopping, parque ou cinema?
  9. Se você pudesse dizer algo a você mesmo quando tinha 15 anos, o que você diria?
  10. De 0 a 100, qual seu nível de dependência do telefone celular/tablet/notebooks?
  11.  Como você se vê daqui 05 anos?

Espero que tenha gostado da Tag. Foi minha primeira experiência e eu adorei. Respondam também!! Beijos

Belle – Mais que um livro, um vício

“É preciso coragem para perder a inocência.”

20141110_234800

O Livro Belle foi escrito por Lesley Pearse e lançado pela Editora Novo Conceito e é simplesmente um dos melhores livros que eu já li.

Eu ganhei o livro de formatura e foi uns dos primeiros que eu comecei a ler. Eu não sabia nada sobre a história, sequer li a sinopse atrás dele, então tudo que acontecia com a Belle era surpresa para mim.

A história é contada nos anos 20. Belle era a linda filha de uma Cortesã, Annie, porém vivia sem saber o que significava um bordel. Em determinada noite, ela presencia um “programa” e um assassinato. E por esse fato acaba sendo marcada pelo assassino.

No dia do enterro da prostituta, Belle é sequestrada pelo assassino e vendida como prostituta para um bordel. Como boa fã de conto de fadas, a partir desse momento eu comecei a imaginar que algo ia acontecer, que ela ia escapar, que não ia virar uma prostituta. Porém o livro não tem esse romantismo. Ela realmente é vendida e estuprada por alguns homens até que adoece.

Então ela é levada a uma casa onde é tratada, e a seguir novamente vendida, dessa vez para a América. Quem a leva é Etienne,um homem que encanta e amedronta Belle. Eles seguem viagem e ela de certa forma se apaixona por ele, e ele cria um carinho por ela. Porém sabendo que não podia ajudá-la muito Etienne apenas sugere que ela seja uma boa prostituta, assim seria melhor tratada.

Belle segue esse conselho e vai para a Casa de Marta, onde “aceita” seu destino e aprende o ofício. Tempos depois ela convence um de seus clientes a levá-la como amante fixa e foge de lá. Infelizmente, ele passa a tratá-la muito mal após isso e acaba morrendo quando estava com ela. Nesse meio tempo, Belle começa a aprender a fazer chapéus, já que seu grande sonho era ter uma chapelaria.

Após a morte de seu amante, Belle retorna para a Europa e vai trabalhar na França, como prostituta de luxo, sua intenção é juntar dinheiro para montar uma chapelaria e depois voltar para a casa na Inglaterra.

Belle tem Mog, quem sempre a criou como filha e que se envolve como Garth, tio de Jimmi, que Belle conheceu pouco antes de seu sequestro. Jimmi e Mog nunca desistiram de encontrar Belle e para isso contaram com a ajuda de Noah.

Na França, as coisas também não ocorrem como Belle esperava. O gerente do hotel que lhe conseguia clientes ficou obcecado por ela e sequestrou-a também. Felizmente Noah já estava próximo de encontrar Belle e com ajuda de Etienne ( sim, aquele que levou ela para a América), eles salvam Belle de mais um monstro e finalmente a levam para casa.

Nessa altura Belle está apaixonada por Etienne, mas como ele não fala sobre seus sentimentos, ela volta para a Inglaterra, próxima de Mog e Jimmi.

Jimmi que sempre foi apaixonado por Belle, aceita seu passado e a quer como esposa, porém seu coração fica dividido, até que no fim do livro, ela parece decidir se casar com Jimmi.

Belle foi viciante para mim. Li 430 páginas em 24 horas e fiquei simplesmente encantada. Eu queria saber o que ia acontecer, se ela ia escapar e voltar para a casa ou o que aconteceria com ela. É um livro encantador.

20141110_234713

Como eu estava ser ar por Belle, minha primeira atitude quando eu terminei de ler foi comprar Entre o Amor e a Paixão, a continuação da história da Belle.

Nesse livro mostra que ela casou-se com Jimmi e tem sua chapelaria. Estão vivendo uma vida tranquila e nem a aparição de Etienne na chapelaria parece abalar isso. Belle descobre inclusive que está grávida. Que máximo né?

Porém, existe a guerra, e Jimmi resolve se alistar. Ele vai para a guerra e Belle segue na sua chapelaria. Um dia porém, ela é roubada e espancada, ocasião em que perde o bebê que estava esperando e descobre que dificilmente poderá ter outro filho. É a vida dela não facilita…

Ela também faz uma amiga Miranda, quem ela ajuda após um aborto. Elas ficam muito próximas e decidem trabalhar como motoristas de ambulância da guerra.

Elas passam os dias ajudando a todos, Miranda se apaixona por um soldado americano, iam se casar, porém, Miranda morre atropelada por um trem. Sim, existe drama o livro inteiro.

Ao saber do ocorrido, quem aparece no hospital? Etienne, o herói francês de Belle  e dessa vez eles não resistem a paixão e acabam se envolvendo.

20141110_234808

Entretanto, eles estão na guerra, Etienne e Jimmi, e num bombardeio, Etienne salva o marido de Belle, que acaba perdendo alguns membros.

A partir disso, Belle deixa Etienne e se dedica ao marido, porém Jimmi não é mais o mesmo carinhoso e atencioso de sempre. Ele fica amargurado, mas Belle sempre fica ao seu lado, mesmo que magoada. Nesse meio tempo Belle recebe a notícia de que Etienne morreu na guerra.

Logo depois, Garth e Jimmi morrem de gripe espanhola. Belle e Mog ficam sozinhas e sem rumo, até que Vera, uma amiga de Belle que trabalhava no hospital durante a guerra sugere que elas se mudem para Nova Zelândia, sua terra natal.

Sem nada a perder, elas se mudam prestes a começar uma nova vida. Entretanto, um dia no posto surge um homem, que Belle quase não acredita quando reconhece: Etienne! Que felizmente não havia morrido na guerra e foi atrás de Belle com a ajuda de Noah e ao fim desse livro parece que finalmente ela irá ter seu final feliz.

Tanto Belle, quanto Entre o Amor e a Paixão são leituras longas, porém ótimas e viciantes. Mas não posso negar meu carinho especial por Belle. Super recomendo a todos.

20141110_234740