Antes que termine o dia – o filme mais marcante que já assisti

Leia ao som de Love Show you everything – Jennifer Love

 

“Ian: Não consigo fazer ela feliz, como amar alguém sem saber como amá-la?
Taxista: Então, a ama?
Ian: Sim, amo muito.
Ian: Viajará amanhã, por duas semanas, e quer me levar, mas eu não quero ir!
Taxista: E se ela não voltar?
Ian: O que quer dizer com isso?
Taxista: Imagine, despedem-se, ela entra no avião e nunca mais a vê, poderia viver assim?
Ian: Não! não poderia..
Taxista: Sabe o que fazer, aprecie o que tem, Ame-a.”

If Only estreiou em 2004, sob a direção de Gil Junger, contando a história do casal Ian e Sam.

O filme inicia contando um dia do casal e mostrando como era o dia a dia deles. Com o Ian focado no trabalho e a Sam na relação.

Logo no começo do filme, Ian está nervoso por uma reunião muito importante e a Sam já diz uma frase que me marcou e que eu repito, no mínimo mentalmente frequentemente:

“[…] E daqui 50 anos as pessoas ainda vão morrer. Você não pode alterar o destino. Não tem como controlar isso. A única coisa que você pode controlar são suas escolhas.”

tumblr_ly23hjlvqP1r9dl99o1_500

O dia deles vai passando e ao final, eles rompem o relacionamento, devido a dificuldade do Ian em se envolver realmente, em dar o amor e  atenção que a Sam precisa.

Samantha: Eu sei! e isso me mata! se tivesse havido só um dia em que nada importasse além de nós!
Ian: Eu adoro você!
Samantha: Não quero ser adorada! quero ser amada!”

tumblr_lrug220qs81r2mcw3o1_500

Nesse momento (SPOILER!!), ocorre um acidente de carro vitimando a Sam. Ian então volta pra casa arrasado, lê o diário dela, sofre a perda do amor que na verdade não sabia valorizar.

“Dizem que um dos dois sempre ama mais, meu Deus, quem dera que não fosse eu!”

No dia seguinte, Ian acorda com a voz da Sam, ele se assusta e descobre que foi apenas um sonho.

Porém nesse dia, as coisas vão acontecendo exatamente como no sonho e o Ian tem a oportunidade de mudar suas escolhas, afinal como a Sam mesmo disse, lá no início, não podemos mudar o destino, apenas as nossas escolhas.

tumblr_m585jiZutK1r1cu9fo1_500

Então eles passam um dia perfeito, apenas para os dois, eles vão para a cidade natal do Ian, ele leva a Sam no London Eye, ocorre a formatura da Sam em música, o Ian estimula ela a cantar, ele da uma pulseira muito fofa pra ela (admito que sempre quis ganhar algo nesse sentido), na pulseira tinha um violino (ela tocava), uma torre Eifel (eles queriam conhecer), o trem (que eles pegaram naquele dia), uma frigideira (Ian diz que a Sam era a única pessoa que ele conhecia que sabia virar a panqueca no ar) e um coração (o do Ian).

Ian: Uma nota musical, um violino, uma flor! não há sentido, exceto que é delicado, como você! O trem que pegamos hoje, a torre Eiffel, que queremos tanto ver, e tem uma frigideira! Você é a única pessoa que conheço que consegue girar a panqueca,um coração! O meu. É seu agora!”

Ao final do dia, Ian sabe o que vai acontecer, e ele diz coisas tão lindas para ela, que é impossível não transcrever:

Ian: Eu a amo desde o dia em que a conheci, mas não me permiti sentir isso até hoje, estava sempre dando um passo a frente, tomando decisões para nos livrar do que tememos! Pelo que aprendi com você hoje, cada escolha foi diferente, e minha vida mudou completamente, aprendi que quando se faz isso, vive-se inteiramente, não importa se tem 5 minutos ou 50 anos. Samantha, se não fosse por hoje ou por você nunca conheceria o amor, Obrigado por ser a pessoa que me ensinou a amar, e ser amado.”

Eles entram no táxi, Ian protege a Sam com o corpo e morre no lugar dela.

Sim, é muito dramático, choro mesmo sabendo o final sempre. Mas é lindo e tão romântico, a forma como ele descobre que não suportaria estar sem ela e como ele muda cada escolha do dia dele por eles.

(No bar, na cidade de Ian)

Samantha: A morte não coloca fim ao amor.
Ian: Você acha?
Samatha: Eu tenho certeza!

 18393736.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Acho que essa é a lição do amor que Antes que termine o dia me trás: Amar é fazer escolhas diariamente. Significa abrir mão de coisas, de pessoas, por alguém, por algo muito maior e duradouro.

Além disso, também trouxe como lição para mim: sempre diga a quem você ama, o quanto você ama. A gente nunca sabe quando vai ser a última vez. Devemos dizer que amamos, o quanto amamos, dar um abraço, um beijo.

Já faz uns 8 anos que asssiti esse filme e nenhum outro me tocou tanto até hoje. Temos muito o que aprender com o Ian e Sam.

Não podemos mudar o tempo, apenas nossas escolhas. Deixe quem você ama ciente disso. Preste atenção as suas escolhas. Pra terminar a frase que eu mais penso sobre antes que termine o dia:

“Os sonhos são mensagens da alma, devemos prestar atenção neles!”

082491.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Assista o filme aqui:

Anúncios

Um pensamento sobre “Antes que termine o dia – o filme mais marcante que já assisti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s